segunda-feira, novembro 26, 2007

repletos de cosas
ritmo
batuque
afrogalego
saxsambeiro
preto-e-branco
botequeiro
disperso som
ondeia marinheiro
vão vão vão
sexyboleio
nós, primeiro
decorado
rima escrita
descoberta
(o sorriso fica)
inteiro
sol na escuridão

Um comentário:

sandra camurça disse...

excelente teus poemas, Rita, vi um delés lá no Animot do César. também pretendo voltar aqui. Ah, e grata pela visita. Um beijo.