quinta-feira, dezembro 01, 2011

Juventude

O que havia de mim esvaiu-se
areia de ampulheta
levou aquilo que havia de sol

A peça de argila ocre
relembra o sopro
sem temor por tornar-se pó