quinta-feira, maio 08, 2008

Considerações sobre nada

Estou lendo "Cartas apaixonadas de Frida", uma complilação das mensagens da artista mexicana Frida Kahlo aos seus amores: amigos queridos, familiares, namorados, amantes. Inspirador. Dá vontade de sair escrevendo tudo o que se passa na cabeça a qualquer das pessoas que rouba meus pensamentos. E é o que tenho feito.

São as cartas que eu não mando. O dia triste e o amor ainda guardado confessado ao amante perdido, a felicidade do riso frouxo que me dá minha filha em sua surpreendente floração, a gratidão aos amigos, as saudades de tanta gente, os medos e perguntas sem respostas aos pais, as expectativas de futuro sobre meus alunos.

As palavras têm escapado de mim como sempre fizeram as lágrimas. Aos borbotões, explodindo, aguaçando. E eu ando seca de qualquer outra coisa que não seja discurso.

6 comentários:

Flora Valls disse...

quem diria que um dia a minha opinião contaria ^^

inspirefundo disse...

A sua última frase me fez lembrar de uma poesia de San Juan de la Cruz. Não sei se faz o seu tipo de escritor. Eu gosto da aproximação entre poesia a espiritualidade. Bem, transcrevo agora a poesia que vc me fez lembrar:

Doçura e Paz

Considera que a flor mais delicada
mais depressa fenece
e perde o perfume;
guarda-te, pois, de querer caminhar
pelo espírito de sabor,
porque não serás constante;
mas escolhe para ti
um espírito forte,
não apegado a coisa alguma,
e encontrarás doçura e paz em abundância;
porque a fruta mais saborosa e duradoura
colhe-se em terra fria e seca.

San Juan de la Cruz

::
beijos
Karam

O Desbunde disse...

Sabe que esses dias pensei em escrever a todos os homens que amei! sejam eles amigos, pai, namorados...
isso é bom, nos faz reviver linhas passadas ! A saudade dói e corrói

Anedanca disse...

Já li as cartas apaixonadas de Frida...nossa...realmente é inspirador pra caramba!!!
Beijos amada!!! E escreva sempre...tudo...eu entro no teu universo através dos teus escritos..me identifico, vivo as frases..enfim...sou tua fã!
:D

Julia disse...

dá vontade, mesmo.

Nubhia disse...

MInha Rita, nossa Rita, apaixonada Rita...Amo-te.