quarta-feira, junho 04, 2008

Vontade de te ver sorrir mundo. Vontade de rir do teu riso frouxo de menino-homem. Dos teus olhos estrelando, explodindo diante das minhas bobices de mulher-menina. Do meu choro de felicidade compartilhada e incontida. Porque não precisa mais ser secreta.

Um livro de bolso: citações de todos os nossos autores escritas com letra de professora em papel colorido. As músicas selecionadas pra ouvir dormindo, pra cantar sozinho, pra cantar comigo, pra sentir saudades, pra sentir. A camiseta com palavras de ordem. Uma caixinha com corações de origami: 365. Cartas. A frase de Frida Kahlo em moldura. (A vida passa sem que tu saibas disso.)

O presente é um armário repleto de sonhos guardados, esperando que o tempo mude pra poderem existir.

2 comentários:

Tatiana Matzenbacher disse...

Puxa, olha o que eu achei nesse oceano virtual! Maravilhoso, amei o blog, Rita.

Telma Scherer disse...

Li a última frase três vezes pra ficar bem guardada aqui no coração.