quarta-feira, março 28, 2007

Quando penso em minha filha, em algo que a descreva, sempre penso em música ou em poesia... Parte de seu nome chegou por causa de uma letra do Tom: “vem cá, Luísa, me dá tua mão (...) Vem me dar um beijo. E um raio de sol nos teus cabelos - como um brilhante que partindo a luz explode em sete cores, revelando então os sete mil amores, que eu guardei somente pra te dar, Luísa”. Quando ela crescia dentro de mim, eu nos ninava cantando: “você é assim, é tudo pra mim, e quando não te vejo, só penso em você, desde o amanhecer até quando eu me deito”. Quando nos vimos pela primeira vez, chorando as duas: “Eu tenho tanto pra te falar, mas com palavras não sei dizer como é grande o meu amor por você”.

Nosso repertório aumenta a cada dia: ela me ensinou a ser criança novamente, a subir e descer com a dona Aranha, a rebolar até o chão com a esquecida Xuxa da minha infância, a voar com a borboletinha... A Maria Luísa, minha Maluquete, me prova todo dia que não é preciso esperar menos do que a perfeição, que eu encontro nos seu riso frouxo, nos seus cachos bagunçados, no ressonar dos seus sonhos. Ela é minha luz. É quem me embala numa canção sempre doce e eu agradeço por tudo o que ela me mostra enquanto cresce (tal princesa das histórias que lemos) em virtude, beleza e inteligência.

Minha bela agora dorme enquanto escrevo e eu choro manso tomada de um amor sem tamanho.

“Ela é minha menina e eu sou a menina dela" ...

********************
(recebi um bilhete da escolinha pedindo que escrevesse um depoimento pra Malu, que vai fazer parte de um álbum do Maternal. Este é o depoimento. E eu que procurava a poesia fora de mim...)

7 comentários:

Val disse...

Lindo lindo lindo!
Como é gostoso descrever aqueles que amamos!As palavras fluem, brincam...
E acabamos por emocionar quem lê, pq quem lê se reconhece um pouco ali.
Bjs amiga!!!

janaina disse...

Que coisa linda...escutei milhares de vezes Luiza de Tom, e sempre me emocionou bastante...é linda!
"Vem cá Luiza, me dá sua mão, o meu desejo é seu desejo..."

janaina disse...

errei. "o teu desejo é meu desejo"(...)

aline disse...

Rita, tu fez eu chorar.

Eu quero que eu dia a Malú leia tudo isso e se orgulhe da mãe maravilhosa que ela tem.
Queria te dizer, Rita, que é muito bom te ter como meia-mãe-meia-irmã-meia-amiga e mais meio um monte de coisas. Eu chorei mesmo. E choro quantas vezes forem precisas...

O que tu escreveu me tocou afú... A gente percebe de cara a pessoa imensa que tu é só pelas tuas palavrinhas.

te amo, Rita.

um beijo, aline.

Rita disse...

ai, gente... eu fico tri emocionada de ler vcs...

Anônimo disse...

Sublime amor.
Tenho também minha Luísa !
A amo mais que tudo , ela me inspira, ela me exaure as forças às vezes...rsss
Ela faz eu inventar toda noite umas 3, 5 estorinhas...rsss
Ela é apaixonante !
Foi lindo te ler !
Também cantava pra ela a Luíza do Tom, a Luiza do Chico...
cantava pra ela Paralamas, dizendo que ela era um sonho bom...
Ah !
Quantas músicas descrevem ela !
Ah! agora no dia das mães ela cantou com a escola a música do Claudinho e Bochecha, Fico assim sem vocÊ e da Cláudia Letie Bola de sabão...e que lindo ela agachando até o chão dizendo assim:
_Me desmancho por você...
Me desmanchei em lágrimas... beijos pra vc !

Patipetista

Stº André / SP

bridakaloo disse...

Que coisa mais linda...poetisa...que forma mais divina de se referir a sua filha...que um dia ela possa ler seu escrito e se emocionar como eu...approveito pra lhe dizer que suas poesias...são maravilhosas...adoreiiii...beijos poeticos minha querida...Parabéns!!!!!