terça-feira, março 11, 2008

rasgo-me em mundos dispersos
rotas diversas
rodas de versos
pra que te percas de mim
pra que encontres o rumo
pra que acertes a flecha
entre os meridianos
compasso de minhas pernas abertas

Um comentário:

sandra camurça disse...

Excelente, Rita, gostei demais, de verdade.
Beijos.